O presidente do PSL Sorocaba o Deputado Estadual Danilo Balas, negou legenda e diálogo a filiados no partido de Jair Bolsonaro.

Movimento Brasil Livre, que é um movimento suprapartidário com grande atuação política na cidade durante o processo de impeachment e manifestações, levando as ruas mais de 20 mil pessoas.

Já teve membros dialogando com o PSL e outros partidos para possivelmente lançar um candidato a vereador.

A gestão do partido na cidade acabou chegando as mãos de Danilo Balas, político de primeira viagem, ainda imaturo e sem estratégias para o futuro, por ter ganho a eleição de Deputado Estadual com 38.661 votos, puxado pela Deputada Estadual Janaína Paschoal.

Exigiu que o partido tirasse a gestão de Fernando Marques (PSL) e passasse a ele, que era eleito, que tinha mais condições de assumir a legenda na cidade de Sorocaba.

Ocorre que a briga entre Vinicius Rodrigues (PSL) que tinha apoio de Fernando Marques (PSL) o presidente da legenda, vinha desde a formação da legenda, Balas queria ser o presidente, porém, foi prometido ao Fernando e acabaram compondo entre presidente e vice.

Após vencer a eleição, Danilo que era vice, exigiu a presidência, derrubando o então Presidente local. Vinicius Rodrigues (PSL) não conversa com MBL e realizou críticas severas e xingamentos ao movimento na Câmara de Vereadores em um evento do partido.

Com a instabilidade do partido que pode voltar as mãos Vinicius, os membros do MBL acabou deixando qualquer diálogo local e teve filiação de membros no PSC (Partido Social Cristão), que está trabalhando desde o começo do ano para a formação de uma base forte.

Um vereador influente no meio político de Direita em Sorocaba, que combate a esquerda e seus projetos, tenta encontrar um espaço favorável, articulando politicamente e tentando reunir estas pessoas da direita. Porém segundo informações é que a situação não está favorável para mudanças e fortalecimento do partido de Jair Bolsonaro por aqui.

Por enquanto o Deputado de primeira viagem, perdendo pessoas e apoios, pouco conhecido em Sorocaba, continua nas suas redes sociais, fazendo foto com adversário políticos para eleição municipal e compartilhando vídeos de operações policiais. Ao invés de preparar-se para concorrer uma das mais difíceis eleições sem coligação.

O que a opinião política diz é que ele acredita que Jair Bolsonaro, poderá influenciar na eleição municipal, mas, que é um grande engano, pois a eleição municipal é uma das mais difíceis de serem vencidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui