“Prefeito” Hudson Pessini chama de imbecil quem grava vídeo em favor de abertura e xinga o próprio pai

3

O “Prefeito” Hudson Pessini (MDB), que é namorado da Prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho (PSL), afirma estar reunido toda a manhã no sexto andar, onde fica localizado o gabinete do Falso Prefeito.

No áudio Hudson Pessini, afirma que passará uma serie de reuniões durante toda a tarde, para regularizar o comércio da cidade. Atividade essa única e exclusiva do poder executivo, portanto de sua namorada.

O áudio deixa claro que o vereador está atuando como Prefeito da cidade. Crime este que o mesmo vereador Hudson Pesini (MDB), acusou a ex-assessora de José Crespo, Tatiane Polis, na investigação denominada como “Falso Voluntariado”, vereadores que hoje são da base de apoio da Prefeita, afirmaram que a ex-assessora, havia cometido crime de usurpação de função pública.

Inclusive foi através da investigação em decorrência ao Falso Voluntariado. Que o Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Salatiel Hergesel, abriu um pedido de cassação contra o ex-prefeito de Sorocaba, José Caldini Crespo (DEM), alegando que supostas irregularidades na contratação de voluntários, esta que configurou-se como falso voluntariado perante aos vereadores.

No áudio Hudson Pessini (MDB), afirma que existem “imbecis” gravando vídeo na internet, pessoas que não entendem de política. Ocorre que seu pai Francisco Pessini, proprietário da loja Big Chico, foi vítima do ataque do próprio filho, onde categoriza as pessoas que criticam os políticos de imbecis.

Já no vídeo do empresário Francisco Pessini, o mesmo pede para os políticos mais responsabilidade, pede também responsabilidade dos empresários e funcionários no uso de máscaras e crítica a posição do governador, que prorrogou o isolamento para até dia 10 de maio de 2020.

Confira o áudio na integra onde Hudson Pessini (MDB), afirma estar regularizando o comércio:

Agora confira o vídeo de Francisco Pessini (pai de Hudson Pessini).

Sem trava na lingua

O vereador Hudson Pessini (MDB), que não tem muitas travas na língua, já recebeu um processo onde foi condenado a pagar R$ 40 mil reais a ex-assessora Tatiane Polis. Neste mesmo processo, o vereador que tem salário de quase R$ 12 mil reais, também apresentou uma declaração de pobreza na justiça que foi indeferido.

Também já respondeu a procedimentos na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, por suas falas e declarações, sempre saiu ileso, quando julgado por seus colegas.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui