MDB: O último que sair apague a luz e feche a porta

1

O Presidente do MDB Fernando Dini, após escolher apoiar Jaqueline Coutinho (PSL) para sua reeleição como Prefeita de Sorocaba, vem recebendo diversas baixas no MDB, os nomes que lutaram em apoio a Jaqueline foram os vereadores: Hudson Pessini, Péricles Régis e Fernando Dini e seus grupos políticos.

A antiga Presidente do MDB Cíntia de Almeida, sinalizava apoio ao PSDB e não a Jaqueline Coutinho. O racha dentro do partido ficou bastante claro e pode ser observado pelos bastidores da política.

O primeiro a movimentar-se do lado de Maria Lúcia foi o Dr. Anselmo Bastos (MDB), que fez questão de parabenizar sua convenção e o lançamento de sua pré-candidatura.

Maria Lúcia (PSDB) e Dr. Anselmo Bastos (MDB)

Relembre o caso: https://sorocabano.com/2020/09/05/mdb-e-sua-desuniao-criada-por-fernando-dini-faz-pre-candidato-apoiar-outra-candidata-a-prefeita/

O segundo nome já confirmado a ir apoiar Maria Lúcia e não Jaqueline é Simei Lamarca, que chegou até ser indicado como candidato a vice-prefeito de Jaqueline. Fernando Dini negou que essa probabilidade existia, mas, foi confirmada pelo próprio Simei.

Simei foi secretário no governo Crespo e Jaqueline, bastante amigo de Fernando Dini, que se afastou do grupo MDB, para apoiar Maria Lúcia.

Outro que deixou em menos de 10 dias é Sandro Rodrigues (Irmão do Vitão do Cachorrão), que havia continuado no MDB, mesmo depois que seu irmão Vitão do Cachorrão, passou para o Republicanos para apoiar Rodrigo Manga e disputar as eleições de 2020.

Por último a saída mais evidente que acontecerá nos próximos dias é do Edinho do Ipiranga, também do MDB, que não aceita o apoio de seu partido a Jaqueline Coutinho (PSL).

Os comentários dentro do próprio MDB é que Fernando Dini e os vereadores eleitos, foram bastante incisivos em apoiar Jaqueline Coutinho, que não ocorreu uma votação democrática entre os membros e nem conversa. Dini fez manobras inclusive ilegais na Câmara de Vereadores para manter o Dr. Anselmo Bastos, que tornou-se vereador sem vacância de cargo.

O vereador Péricles Régis, do seu próprio partido MDB, denunciou ao Ministério Público a manobra feita por Dini.

Para quem estava falando que outros grupos estavam cometendo canibalismo, queria saber o que ele acha que está acontecendo no próprio MDB. Isso que dá ficar olhando a grama do vizinho!

1 COMENTÁRIO

  1. Uma curiosidade!!!!
    Bastidores dizem que MDB faz dois vereadores só… Se isso acontecer, acredito que seria Péricles e Dini.
    Pergunto: se Péricles eliminar Dini (coisa que não acredito) não seria uma tentativa de eleger Péricles e Hudson? Por que se o MDB fizer dois vereadores, Hudson só tem chance de entrar na rabeira dos outros como na última eleição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui