CPI da Covid vira circo com palhaçada garantida por Renan Calheiros

0
ADRENAN764 BSB - 10/11/2011 - DILMA / SUPER SIMPLES - NACIONAL - Senador Renan Calheiros lider do PMDB antes da solenidade de san‹o da lei que altera o Super Simples, no Pal‡cio do PLanalto em Bras’lia. FOTO: ANDRE DUSEK/AE

O Senador Renan Calheiros (MDB) transformou a CPI da Covid em um grande circo nesta semana, ouvindo autoridades e representantes da Pfizer. Já pode concluir-se que o governo Bolsonaro começou a negociar as vacinas com a Pfizer em maio de 2020, segundo Gerente-geral da empresa na América Latina

O que foi noticiado pela imprensa brasileira é que havia uma carta da companhia não respondida, na Secretária de Comunicação, o que a grande maioria dos opositores do governo Bolsonaro chamou de “genocídio”. Na explicação do representante da Pfizer, afirmou que não era possível ter uma assinatura contratual naquele período em decorrência da legislação brasileira que foi corrigida pelo congresso posteriormente.

Outra linha do relatório já montado na cabeça de Renan Calheiros era que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) estaria atrasando a aprovação e questionou o ex-presidente da empresa. Que afirmou que o Brasil foi um dos primeiros países a liberar definitivamente a vacina.

Pfizer não tinha projeção de entregas da vacina para o ano de 2020, todas as doses eram para o ano de 2021. O governo Brasileiro fechou a compra e já comprou mais de 100 milhões de doses do imunizante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui