Vereador quer limitar caixa de autoatendimento – só que Prefeito decidirá

0

Nesta quinta-feira (2), o vereador Cícero João (PTB), conseguiu derrubar a inconstitucionalidade do projeto de lei que visa limitar o atendimento em caixas de auto atendimento. O projeto agora deverá passar pelo crivo do Prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos), que decidirá se o projeto deve caminhar ou não, já que compreendeu o jurídico da Câmara, que tal projeto é de iniciativa do poder executivo.

A justificativa do projeto é de garantir o emprego de operadores de caixa em supermercados na visão do vereador Cícero João (PTB).

Como se do outro lado não tivesse analistas de sistemas, programadores, técnicos de rede, técnicos de infraestrutura, além de instalação de empresas de tecnologia na cidade, gerando emprego e renda com a modernização de um supermercado. Hoje um caixa de autoatendimento custa em média de R$ 22 mil, valores já investidos por alguns supermercados e até hipermercados.

O Prefeito possui um viés mais liberal e com certeza deverá barrar a iniciativa do vereador se seguir sua ideologia política.

Modernização

Fora do Brasil é muito comum o uso de caixa de autoatendimento, as pessoas podem comprar seus produtos e pagar diretamente no caixa eletrônico sem a interação com o caixa. Hoje grandes supermercados já possuem o recurso, porém, o uso de caixa de atendimento é bastante comum aqui no Brasil. O público que busca esse tipo de recurso mais tecnológico é os mais novos consumidores ou pessoas que gostam de tecnologia e querem mais agilidade no atendimento sem enfrentar filas.

Outros mercados 100% autônomos que é uma tendencia global, onde não existem funcionários, seria proibido em Sorocaba caso o projeto de lei do vereador seja aprovado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui