“Terceira via” derreteu e não conseguem emplacar nenhum nome

0

Uma onda política durante a pandemia do Coronavírus surgiu para criar uma “terceira via” na disputa a Presidencia em 2022, esta via tinha como ideal combater o Presidente da República Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), os nomes que estavam no auge para o combate seria Sérgio Moro (União Brasil) e João Dória (PSDB).

O primeiro combatente de Jair Bolsonaro, ferido na batalha deixou seu primeiro partido, sem nunca ter disputado uma eleição, abandonou o Podemos que preparou sua candidatura a Presidencia, apostou suas fichas, deixou o partido para ir ao União Brasil, chegando lá acreditou ser o nome para a disputa Presidencial, mas, foi eliminado ao assinar a ficha de filiação.

Nesta segunda-feira (23), o pré-candidato, João Dória (PSDB), fez um pronunciamento na capital paulista, dizendo que não seria o candidato a Presidente e deixou a disputa com o “coração partido”.

A verdade é que Jair Bolsonaro (PL), já ganhou a batalha contra dois inimigos políticos, que tentaram ganhar notoriedade batendo de frente com o atual Presidente da República. João Dória (PSDB), conduziu o primeiro lockdown no Brasil restringindo que paulistas trabalhasse, gerou milhares de desempregos, fechou diversas empresas, não cumpriu grande parte de suas promessas como aumento salarial de políciais, aumentou imposto a meio a crise sanitária, reduziu aposentadoria de professores e isso gerou um impacto a sua baixa popularidade.

Em um vídeo publicado ontem no Youtube, o presidenciavel, 24 horas após a publicação chegou a 200 visualizações no vídeo, onde visitava o nordeste.

Meus caros, a eleição será entre Bolsonaro e Lula. O assunto está encerrado a muito tempo, só agora o Dória percebeu e caiu fora da disputa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui